Búzios On Line

 
Anterior
Próxima

Um mangue sem rio e sem lama. Assim é o Mangue de Pedras de Búzios, na praia da Gorda, no bairro da Rasa. Ele é um dos últimos manguezais que ainda restam na cidade e apenas um dos três mangues de pedra que existem no mundo. Os outros dois estão localizados em Recife e no Japão.

O que torna os mangues de pedras tão especiais é o fato de não haver rios que levem a água doce para a praia, caso da Gorda. O trabalho é feito pela infiltração de água da chuva na encosta do morro que cerca a praia. Graças ao fenômeno, a região abriga a uma vegetação rara de ser encontrada numa praia, com plantas típicas de manguezal. Os mangues são considerados berçários naturais de várias espécies, daí sua grande importância para o ecossistema.

Mas o cenário tão raro vem sofrendo ameaças. A construção de casas na encosta do morro, que provoca desmatamento e ainda vem acompanhada da perfuração de poços artesianos para coletar água, pode prejudicar a chegada da água doce até a praia. Para impedir que isso ocorra, a população vem cobrando da prefeitura a criação de uma unidade de conservação, com regras rígidas para impedir as construções.

O mangue pode ser conhecido com a ajuda de empresas de trekking e também da Associação de Guias de Búzios, que oferecem roteiros que levam ao local. Todos os anos, em outubro, uma caminhada reúne moradores da Rasa e pessoas de vários estados do país para chamar a atenção da importância do Mangue de Pedras. É a “Caminhada na Natureza”, que já passou da décima edição.

Já esteve lá? Conte o que achou.
Veja outras atividades e atrações em Búzios